sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Radha kunda tata



– Nas Margens do Radha-kunda –
Srila Bhaktivinoda Thakura

Clique aqui e ouça a canção (MP3)

radha-kunda-tata-kunja-kutira
govardhana-parvata, yamuna-tira (1)

Uma cabaninha num arvoredo à beira do Radha-kunda, a Colina de Govardhana, as margens do Yamuna...


kusuma-sarovara, manasa-ganga
kalinda-nandini vipula-taranga (2)

Kusuma-sarovara, Manasa-ganga, a filha da Montanha Kalinda (Yamuna) com suas ondas expansivas...


vamsi-vata, gokula, dhira-samira
vrndavana-taru-latika-vanira (3)

Vamsi-vata, Gokula, Dhira-samira, as árvores, trepadeiras e bosques de Vrndavana...

khaga-mrga-kula, malaya-vatasa
mayura, bhramara, murali- vilasa (4)

...as diferentes variedades de aves coloridas, veados, as frescas e fragrantes brisas das Montanhas Malaya, os pavões, abelhões, os passatempos com a flauta...

veu, srnga, pada-cihna, megha-mala
vasanta, sasanka, sankha, karatala (5)

...a própria flauta, o berrante de chifre de búfalo, as pegadas das vacas na poeira, os grupos de nuvens enegrecidas, a primavera, a lua, o búzio e karatalas...

yugala-vilase anukula jani
lila-vilasa-uddipaka mani (6)

Sei que todos esses elementos são muito conducentes às trocas amorosas entre Sri Radha e Krsna, e portanto os considero como uddipaka, estímulos, para a entrada do bhakta na Suas lila-vilasa Deles.

e saba chodata kahi nahi jau
e saba chodata parana harau (7)

Recuso-me a ir para qualquer lugar se não houver ali estes uddipaka, pois abandonar todos estes é deixar a própria vida.


bhakativinoda kahe, suna kana
tuwa uddipaka hamara parana (8)

Bhaktivinoda diz: “Ouça-me, ó Kana, Seu uddipaka (que estimula a Sua lembrança), é minha vida e alma.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email