sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Hindi-Bhajans

Hindi-Bhajans  

gaudiya-giti-guccha-2003

gaudiya-giti-guccha-2003 

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Sri Radha bhajana mahima



Sri Radha-Bhajana Mahima – Radha-Bhajane Jadi
– Glorificação da Adoração a Sri Radha –
Srila Bhaktivinoda Thakura


radha-bhajane yadi mati nahi bhela
Krsna-bhajana taba akarana gela (1)

Se o desejo de servir Srimati Radhika não aparece em meu coração, então minha adoração a Krsna é simplesmente inútil.

atapa-rohita suraya nahi jani
radha-virahita madhava nahi mani (2)

Assim como o Sol não pode ser percebido sem luz solar, do mesmo modo não reconheço Madhava sem Radha.

kevala madhava pujaye, so ajnani
radha-anadara koroi abhimani (3)

Aqueles que adoram somente Madhava são ignorantes; simplesmente negligenciam Srimati Radhika por seu orgulho mundano.

kabhi nahi korobi takora sanga
citte icchasi yadi vraja-rasa-ranga (4)

Jamais se associe com tais pessoas se você deseja que as brincadeiras amorosas da vraja-rasa apareçam em seu coração.

radhika-dasi yadi hoya abhimana
sigrai milai taba gokula-kana (5)


Se você sentir orgulho por ser serva exclusiva de Srimati Radhika, então muito em breve irá encontrar Gokula Kana.

brahma, siva, narada, sruti, narayani
radhika-pada-raja pujaye mani (6)

Brahma, Siva, Narada, os rsis Sruti-cari e Narayani honram e adoram a poeira dos pés de lótus de Srimati Radhika.

uma, rama, satya, saci, candra, rukmini
radha avatara sabe – amnaya-vani (7)

Nosso amnaya, escrituras reveladas, declara que Uma, Rama, Satya, Saci, Candravali e Rukmini são todas expansões de Radha.

heno radha-paricarya jakara dhana
bhakativinoda ta’ra magaye carana (8)

Bhaktivinoda implora aos pés de lótus daqueles cuja riqueza é o serviço a Srimati Radharani.

Radha kunda tata



– Nas Margens do Radha-kunda –
Srila Bhaktivinoda Thakura

Clique aqui e ouça a canção (MP3)

radha-kunda-tata-kunja-kutira
govardhana-parvata, yamuna-tira (1)

Uma cabaninha num arvoredo à beira do Radha-kunda, a Colina de Govardhana, as margens do Yamuna...


kusuma-sarovara, manasa-ganga
kalinda-nandini vipula-taranga (2)

Kusuma-sarovara, Manasa-ganga, a filha da Montanha Kalinda (Yamuna) com suas ondas expansivas...


vamsi-vata, gokula, dhira-samira
vrndavana-taru-latika-vanira (3)

Vamsi-vata, Gokula, Dhira-samira, as árvores, trepadeiras e bosques de Vrndavana...

khaga-mrga-kula, malaya-vatasa
mayura, bhramara, murali- vilasa (4)

...as diferentes variedades de aves coloridas, veados, as frescas e fragrantes brisas das Montanhas Malaya, os pavões, abelhões, os passatempos com a flauta...

veu, srnga, pada-cihna, megha-mala
vasanta, sasanka, sankha, karatala (5)

...a própria flauta, o berrante de chifre de búfalo, as pegadas das vacas na poeira, os grupos de nuvens enegrecidas, a primavera, a lua, o búzio e karatalas...

yugala-vilase anukula jani
lila-vilasa-uddipaka mani (6)

Sei que todos esses elementos são muito conducentes às trocas amorosas entre Sri Radha e Krsna, e portanto os considero como uddipaka, estímulos, para a entrada do bhakta na Suas lila-vilasa Deles.

e saba chodata kahi nahi jau
e saba chodata parana harau (7)

Recuso-me a ir para qualquer lugar se não houver ali estes uddipaka, pois abandonar todos estes é deixar a própria vida.


bhakativinoda kahe, suna kana
tuwa uddipaka hamara parana (8)

Bhaktivinoda diz: “Ouça-me, ó Kana, Seu uddipaka (que estimula a Sua lembrança), é minha vida e alma.”

Kothay go premamayi


(Srila Raghunatha dasa Goswamira)

Uddesye Racita Gita Boliya Pracalita

–A Canção sobre a Meta da Vida de Srila Raghunatha dasa Goswami–
Srila Gaura-kisora dasa Babaji Maharaja



kothaya go premamayi radhe radhe
radhe radhe go, jaya radhe radhe (1)

Onde está Ela, que está repleta de prema? Todas as glórias a Sri Radha.

dekha diye praNa rakha, radhe radhe
tomara kangala tomaya dake, radhe radhe (2)

Ó Radha! Por favor, dê-me Seu darsana e salve minha vida. Seu miserável pedinte clama a você: "Radhe!! Radhe!"
radhe vrndavana-vilasini, radhe radhe
radhe kanu-mana-mohini, radhe radhe (3)

Ó Radha, você desfruta de passatempos na floresta de Vrndavana em que encanta a mente de Krsna.

radhe asta-sakhira siromani, radhe radhe
radhe vrsabhanu-nandini, radhe radhe (4)

Ó Radhe, você é a jóia-real entre Suas oito principais sakhis. Ó Radha, filha de Vrsabhanu Baba.

(gosai) niyama kore sadai dake, radhe radhe

Raghunatha dasa Goswami estava sempre clamando: "Radhe! Radhe!"

(gosai) eka-bara dake kesi-ghate,
abara dake vamsi-vate, radhe radhe (5)

... às vezes em Kesi Ghata, às vezes em Vamsi Vata.

(gosai) eka-bara dake nidhu-vane,
abara dake kunja-vane, radhe radhe

... às vezes em Nidhuvan, às vezes em Seva Kunja.

(gosai) eka-bara dake radha-kunde,
abara dake syama-kuNde, radhe radhe (6)

... às vezes em Radha Kunda, às vezes no Syama Kunda.

(gosai) eka-bara dake kusuma-vane,
abara dake govardhane, radhe radhe

... às vezes no Kusuma Sarovara, às vezes em Giriraja Govardhana.

(gosai) eka-bara dake tala-vane,
abara dake tamala-vane, radhe radhe (7)

... às vezes em Talavan, às vezes em Tamalvan.

(gosai) malina vasana diye gaya,
vrajera dhulaya gadagadi jaya, radhe radhe

Raghunatha dasa usa tecido simples que parece sujo porque ele está sempre rolando no solo clamando "Radhe!! Radhe!"

(gosai) mukhe radha radha bale,
bhase nayanera jale, radhe radhe (8)


Clamando "Radhe! Radhe," seus olhos estão irrompendo numa inundação de lágrimas.

(gosai) vrndavane kuli kuli kede bedaya
radha boli’, radhe radhe

Ele perambula pelas alamedas de Vrndavana clamando "Radhe! Radhe!"

(gosai) chapanna danda ratri-dine
jane na radha-govinda vine, radhe radhe (9)

Ele não conhece nada além de Radha-Govinda dia e noite adentro
(56 dandas: 1 danda = 24 minutos). Radhe! Radhe!

tara para cari danda suti’ thake
svapne radha-govinda dekhe, radhe radhe (10)

Ele descansa por apenas 4 dandas (uma hora e 36 minutos). Nessa hora em seus sonhos ele recebe darsana de Radha-Govinda. Radhe! Radhe!


Jaya Radha-Madhava



Srila Bhaktivinoda Thakura

(jaya) radha-madhava (jaya) kunja-bihari
gopi-jana-vallabha (jaya) giri-vara-dhari
yasoda-nandana, vraja-jana-ranjana,
yamuna-tira-vanacari

Todas as glórias a Sri Radha-Madhava! Todas as glórias a Kunja-Bihari, que é o mais querido amado das gopis. Ele ergueu a Colina de Govardhana e é o querido filho de Yasoda Maiya. Ele perambula pelas florestas às margens do Yamuna, onde Se diverte com as muitas diferentes gopis (vanacari) nos bosques delas.

Maha Mantra

Hare Krsna Hare Krsna
Krsna Krsna Hare Hare
Hare Rama Hare Rama
Rama Rama Hare Hare

Nama-Sankirtana – Hari Haraye Namah Krsna



Srila Narottama dasa Thakura


(hari) haraye namah krsna yadavaya namah
yadavaya madhavaya kesavaya namah (1)

gopala govinda rama sri madhusudana
giridhari gopinatha madana-mohana (2)

sri caitanya, nityananda, sri advaita gopta (sita)
hari, guru, vaisnava, bhagavata, gita (3)

sri rupa, sri sanatana, bhatta-raghunatha
sri jiva, gopala-bhatta, dasa raghunatha (4)

ei chaya gosair kori carana vandana
jaha hoite vighna-nasa abhista-puraNa (5)

ei chaya gosai jara– mui tara dasa
ta- sabara pada-renu mora panca-grasa (6)

tadera carana sevi bhakta-sane vasa
janame janame hoy ei abhilasa (7)

ei chaya gosai jabe vraje koila vasa
radha-krsna-nitya-lila korila prakasa (8)

anande bolo hari bhaja vrndavana
sri-guru-vaisnava-pade majaiya mana (9)

sri-guru-vaisnava-pada-padma kori asa
nama-sankirtana kohe narottama-dasa (10)


– Tradução e Significado –
Sri Srimad Bhaktivedanta Narayana Maharaja


1. Krsna é o próprio Hari e também é Yadava. Ele está na dinastia tanto de Nanda Baba quanto de Vasudeva; todos são Yadavas, da dinastia de Yadu. Assim ofereço meus dandavat pranama aos pés de lótus de svayam Hari que é Yadava Krsna. Namah significa abandonar todos os tipos de relações mundanas, upadhis, e oferecer tudo nosso aos pés de lótus de Krsna .


2. Esse mesmo Krsna é Gopala, Aquele que sustenta e nutre as vacas, os pastos delas, todos gopas, e gopis. Ele também é Govinda, que dá prazer a todas estas coisas. Ele é Rama, que brinca nos corações de todos seres, especialmente no de Srimati Radhika. Ele é Madhusudana porque corta todos os tipos de asakti, apegos mundanos, e porque Ele também saboreia o madhu, ou seja, o amor e afeição de todas as gopis, e especialmente de mahabhava svarupa Srimati Radhike. Giridhari levanta a Montanha de Govardhana e salva todos os vrajavasis. Ele é Gopinatha porque é o coração e alma de todas as gopis. Ele também é Madana-Mohana porque Ele atrai e controla todos seres, e rouba os corações dos vrajavasis e gopis. Assim Ele é Gopala, Govinda, Rama, Madhusudana, Giridhari, Gopinatha, Madana-Mohana, portanto ofereço meu dandavat pranama a esse mesmo Krsna.



3. Sri Caitanya Mahaprabhu, Sri Nityananda Prabhu, Sri Advaita Prabhu, Advaita ncarya podem nos conceder o serviço a Radha e Krsna yugala. Sem qualquer causa, todos Eles podem nos proteger misericordiosamente dos apegos mundanos, anarthas e aparadhas, e podem nos ocupar no seva a Radha-Krsna. Assim estou prestando namaskara aos pés de lótus de Sri Caitanya, Nityananda, Advaita Prabhu e aos pés de lótus de Sri Hari, do diksa guru, siksa guru, dos VaisNavas, e também ao Srimad Bhagavatam e Srimad Bhagavad-Gita. Tanto Sita quanto gopta significam protetor, ou guardião. Sita, a esposa de Advaita ncarya, é muito favorável ao Mahaprabhu seva e pode outorgar krsna-prema. Narottama dasa originalmente escreveu gopta, porque não foi dado nenhum nome feminino, porém posteriormente alguém modificou isto.


4. Faço vandana, ou ofereço preces e glorificações, a Sri Rupa Gosvami, Sri Sanatana, Bhatta Raghunatha, Sri Jiva Gosvami, Gopala Bhatta e Dasa Raghunatha.


5. Pela misericórdia imotivada dos sad-gosvami, os obstáculos da devoção podem ser removidos e meu serviço abhista a Sri Yugala pode ser obtido, ou seja, todos meus desejos poderão ser realizados.

6. Eu sou o servo daquele Caitanya Mahaprabhu que é o istadeva ou Senhor adorável dos Seis Gosvamis. A poeira dos pés de lótus deles é meu panca-grasa, minha vida e alma. Nós tomamos panca-grasa, cinco tipos de alimentos ou maha-prasada, com o qual mantemos nossos cinco ares vitais. Da mesma maneira a poeira dos pés de lótus desses sad-gosvami é nossa vida e alma, mantendo nossos cinco pranas.


7. Nascimento após nascimento só tenho um desejo, de poder servir aos pés de lótus dos Seis Gosvamis. Também desejo poder sempre viver na associação de todos Vaisnavas puros.


8. Quando os Seis Gosvamis viviam em Vraja Eles revelaram os passatempos de Radha e Krsna.


9. Todos devem cantar: “hari bol! hari bol!”e fazer bhajana de Vrndavana, vivendo em Vraja e sempre servindo Vrndavana. Como? Através de majaiya mana, sempre absorver o coração no serviço ao guru e Vaisnavas.


10. Esperando obter o estimado serviço dos pés de lótus do guru e Vaisnavas, Narottama Thakura está realizando nama sankirtana.

Sri Tulasi Kirtana



namo namah tulasi krsna-preyasi
(vraje) radha-krsna-seva pabo ei abhilasi (1)

Ó Tulasi, amada de Krsna, ofereço pranama repetidamente a você. Meu desejo acalentado é conseguir o seva de Sri Radha-Krsna Yugala-kisora.

je tomara sarana loya, tara vancha purna hoya
krpa kori’ koro tare vrndavana-vasi (2)

Todos os desejos de quem quer que se abrigue em você são realizados. Sendo tão misericordiosa, você lhe concede residência em Vrndavana.

mora ei abhilasa, vilasa-kunje dio vasa
nayane heribo sada yugala-rupa-rasi (3)

Desejo intensamente que você por favor me faça um residente dos bosques prazerosos (vilasa-kunja) de Sri Vrndavana. Então poderei contemplar os belos passatempos de Radha-Krsna.

ei nivedana dhara, sakhira anugata koro
seva-adhikara diya koro nija dasi (4)

Estou apresentando minha sincera oração para que me faça uma seguidora das sakhis, assim me dando o privilégio do seva de Radha-Krsna e fazendo de mim a sua própria criada.

dina krsna-dase koya, ei jena mora hoya
sri-radha-govinda-preme sada jena bhasi (5)

Este caído Krsnadasa implora por sempre banhar-se no prema de Sri Radha e Govinda.


Sri Yugala arati


Srila Bhaktivinoda Thakura

jaya jaya radha-krsna yugala-milana
arati koroye lalitadi sakhi-gana (1)

Todas as glórias, todas as glórias ao local de encontros amorosos de Sri Radha e KrsnaYugala! Todas sakhis lideradas por Lalita e seu grupo realizam arati para o prazer Deles.

madana-mohana-rupa tri-bhanga-sundara
pitambara sikhi-puccha-cuda manohara (2)

Em Sua bela forma madana-mohana que se curva em três pontos, Ele é tão atraente até para Cupido. Com Seu dhoti de seda amarela e coroa decorada com penas de pavão, Ele cativa as mentes de todos.

lalita-madhava-bame vrsabhanu-kanya
sunila-vasana gauri rupe gune dhanya (3)

À esquerda do amoroso e encantador Sri Madhava está a bela filha do Rei Vrsabhanu, Srimati Radhika, vestida com um sari da cor do lótus azul. Sua tez é da cor do ouro derretido e Sua beleza e qualidades são inigualáveis.


nana-vidha alankara kore jhalamala
hari-mano-vimohana vadana ujjvala (4)

Ela está adornada com vários ornamentos cintilantes e tremeluzentes (alankaras), encantando a mente de Hari com Sua face radiante.

visakhadi sakhi-gana nana rage gaya
priya-narma-sakhi jata camara dhulaya (5)
camara dhulaya re
radha-krsnera arati-kale, camara dhulaya re
‘jaya radhe, sri radhe’ bole, camara dhulaya re
lalita-visakha-adi, camara dhulaya re

Visakha lidera todas as sakhis em cantar várias ragas (canções melodiosas de acordo com a hora apropriada do dia), enquanto todas as outras priya-narma-sakhis aliviam Sri Radha e Krsna com abanos camaras.

sri radha-madhava-pada-sarasija-ase
bhakativinoda sakhi-pade sukhe bhase (6)

Aos pés das donzelas de Vraja-dhama encontra-se um oceano de alegria. Nele Bhaktivinoda Thakura nada, esperando alcançar os pés de lótus de Sri Radhika e Madhava.

Sri Gaura Arati


Srila Bhaktivinoda Thakura
(letras em itálico claro são complementos de outros Vaisnavas)

jaya jaya goracadera aratiko sobha
jahnavi-tata-vane jaga-mano-lobha

jaga-janera mano lobha
gaurangera arati sobha, jaga-janera mano lobha
jahnavi-tata-vane, jaga-janera mano lobha(1)

Todas as glórias, todas as glórias ao belo arati de Sri Gauranga que está se realizando na floresta às margens do Jahnavi (Ganga), atraindo as mentes e corações de todos.

dakhine nitai-canda bame gadadhara
nikate advaita srinivasa chatra-dhara
srinivasa chatra-dhare
gaurangera arati-kale, srinivasa chatra-dhore (2)

À direita de Gauranga fica Nityananda Prabhu que é como a lua (nitai-canda), a esquerda está Gadadhara Pandita e ao lado ficam Advaita Prabhu e Srivasa Pandita que segura a sombrinha.

basiyache goracada ratna-simhasane
ratna-simhasana alo kori he
arati karena brahma-adi deva-gane
deva-gaNe arati kore
gaura-nityanandera arati-kale, deva-gane arati kore
brahma-adi deva-gane, gaurangera arati kare (3)

Sri Gauranga está sentado num trono cravejado de jóias. Brahma está fazendo o arati junto com outros semideuses.

narahari-adi kari’ camara dhulaya
sanjaya-mukunda-vasu-ghosa-adi gaya
vasu-ghose gana kore
‘jaya nitai’ ‘jaya gaura’ bole, vasu-ghose gana kore
ami gaura-krpa pabo bole, vasu-ghose gana kore
amaya daya koro bole, vasu-ghose gana kore(4)


Narahari Sarakara Thakura e outros abanam com camaras enquanto muitos outros como Sanjaya Pandita, Mukunda Datta e Vasudeva Ghosa cantam canções.

sankha baje, ghanta baje, baje karatala
madhura mrdanga baje parama rasala
madhur madhur, madhur baje
gaura-nityanandera arati-kale, madhur madhur madhur baje
sankha-ghaNta khol-karatala, madhura madhu madhu baje (5)

Os sons da concha, sinos, karatalas se misturam com o doce som das mrdangas, produzindo a mais apreciável ambrósia para os ouvidos.


bahu-koti candra jini’ vadana ujjvala
gala-dese vana-mala kare jhalamala
mala, jhalamala jhalamala jhalamala kore
gaura-gole vana-phullera mala, jhalamala jhalamala jhalamala kore
mala, na dulale apani dole
gadadhararera gatha mala, na dulale apani dole
gaura-gole vana-phullera mala, na dulale apani dole (6)

A face reluzente de Sri Gauranga supera o brilho de muitos milhares de luas, e a guirlanda de flores silvestres reluz esplendorosamente em volta de Seu pescoço.

siva-suka-narada preme gada-gada
bhakativinoda dekhe gorara sampada
gorara sampada sei ta’ dekhe
se ye gaura boli ara jane nare, gorara sampada sei ta’ dekhe
ye jana gaura-pade prana sapeche, gorara sampada sei ta’ dekhe
‘ohe gaura’ boli jane nare, gorara sampada sei ta’ dekhe (7)

As vozes de Siva, Sukadeva Gosvami, e Narada Muni embargaram-se de prema. Bhaktivinoda Thakura está vendo as glórias de Sri Gauranga.

.

Follow by Email